dezembro 10, 2023

Atibaia Connection

Encontre todos os artigos mais recentes e assista a programas de TV, reportagens e podcasts relacionados ao Brasil

Primeiro-ministro português demite-se devido a investigação sobre corrupção no lítio e no hidrogénio

Primeiro-ministro português demite-se devido a investigação sobre corrupção no lítio e no hidrogénio
  • Promotores estão investigando negócios de lítio e hidrogênio
  • Primeiro-Ministro Costa é alvo de investigação relevante
  • Ele diz que está com a consciência tranquila para cooperar com a investigação
  • O presidente discursa à nação na quinta-feira

LISBOA (Reuters) – O primeiro-ministro português, Antonio Costa, renunciou nesta terça-feira, horas depois de promotores deterem seu chefe de gabinete em uma investigação sobre suposta corrupção na condução de projetos de mineração de lítio e hidrogênio por seu governo.

Costa, que os procuradores disseram ser alvo de uma investigação relacionada, anunciou a decisão num comunicado televisivo após reunião com o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa.

Ele disse que está com a consciência limpa, mas não concorrerá pela quarta vez como primeiro-ministro.

“A dignidade das funções do primeiro-ministro é incompatível com qualquer suspeita sobre a sua integridade e boa conduta e menos ainda com a suspeita de qualquer ato criminoso”, afirmou Costa.

Cabe agora ao presidente decidir se permite que os socialistas de Costa, que têm maioria no parlamento, formem um novo governo ou dissolvem o parlamento e convocam eleições.

O Parlamento estava programado para votar o projeto de lei do orçamento de 2024 no final deste mês.

“É inevitável que haja eleições após a morte repentina do governo”, disse o cientista político Adelino Maltese. António Costa Pinto, da Universidade de Lisboa, não descartou a possibilidade de outro primeiro-ministro socialista assumir o poder, mas também disse que eleições antecipadas eram a opção mais provável.

As ações portuguesas caíram cerca de 3%, e a diferença observada de perto entre o rendimento dos seus títulos governamentais de 10 anos e o rendimento dos títulos alemães de referência da zona euro aumentou para 69 pontos base, de 65 pontos base na segunda-feira.

READ  Arqueólogos descobrem a mais antiga vila à beira do lago da Europa debaixo d'água e encontram 'tesouro'

Projetos investigados

O Ministério Público informou num comunicado na terça-feira que cinco pessoas foram presas como parte da investigação, incluindo Vitor Escarria, chefe de gabinete de Costa, cujos escritórios foram revistados juntamente com vários edifícios governamentais.

Acrescentou que o ministro das Infraestruturas, João Galamba, e o chefe da Agência do Ambiente, Nuno Lacasta, são oficialmente suspeitos e irão comparecer perante um juiz.

O gabinete de Galamba e a APA não responderam a um pedido de comentário.

Os procuradores estão a investigar alegações de corrupção e tráfico de influência nas concessões de exploração de lítio de Barroso e Montelgre, no norte de Portugal, num projeto de central de hidrogénio no porto de Sines e num enorme investimento num centro de dados.

Disseram ter tomado conhecimento de que os suspeitos usaram o nome e a autoridade de Costa para “abrir processos” relacionados com os negócios, e que o Supremo Tribunal irá investigar o possível papel de Costa nos negócios.

Costa disse estar “totalmente preparado para cooperar” com o sistema judicial.

“Poderão estar em causa… factos que poderão constituir crimes de prevaricação, corrupção activa e passiva de políticos e tráfico de influência”, afirmou o Ministério Público.

Com mais de 60.000 toneladas métricas de reservas conhecidas de lítio, Portugal é visto como central nos esforços da Europa para garantir uma maior segurança na cadeia de valor das baterias e reduzir a dependência das importações.

A APA concedeu no início deste ano aprovações ambientais à empresa local Lusorecursos para extrair lítio para baterias em Montalegre e à Savannah Resources (SAVS.L), com sede em Londres, para desenvolver a sua própria mina no Barroso.

Contactada pela Reuters, a Lusorecursos não fez comentários imediatos.

A Savannah disse em comunicado que estava cooperando com as autoridades que visitaram algumas de suas localidades, mas nem a empresa nem nenhum de seus funcionários foram alvo da investigação. Acrescentou que os trabalhos do projecto de lítio Barroso prosseguem sem quaisquer obstáculos.

READ  Ryanair força sul-africanos a provarem cidadania através de teste de africâner

Medos sobre o futuro

Costa permanecerá no cargo até decisão do presidente. Rebelo de Sousa convocou os partidos políticos para consulta na quarta-feira e o seu órgão consultivo, o Conselho de Estado, na quinta-feira.

Desde que chegou ao poder em 2015, na sequência da crise da dívida e dos resgates internacionais, Costa supervisionou um período de forte crescimento económico durante o qual os seus sucessivos governos conseguiram reduzir os défices orçamentais e reduzir o peso da dívida, e ganhou elogios na Europa para políticas fiscais sólidas. .

Mas o último mandato de Costa, que começou no início de 2022, quando o seu partido obteve uma surpreendente maioria absoluta em eleições antecipadas, foi marcado por escândalos, incluindo uma controvérsia sobre a companhia aérea estatal TAP em Janeiro de 2023, levando os partidos da oposição a exigirem a demissão do seu governo. .

Carsten Brzeski, chefe global de macroeconomia do ING, previu poucas consequências nos mercados financeiros graças à reputação arduamente conquistada de Portugal naqueles países.

Nas ruas de Lisboa, poucas pessoas demonstraram surpresa, mas muitas manifestaram preocupação com a crise política face ao aumento do custo de vida.

Annabella Reyes (62 anos) disse: “Francamente, não sei se (a demissão) é para melhor ou para pior. Tudo está de cabeça para baixo. (O custo de vida) está piorando. Vamos esperar e ver .”

Nuria Costa (22 anos) estava preocupada que o escândalo pudesse beneficiar o partido de extrema-direita Chiga, que já é o terceiro maior partido no Parlamento.

(Reportagem de Catarina Demoni, Patricia Roa, Sergio Gonçalves e Andrei Khalib – Preparação de Mohamed para o Boletim Árabe) Reportagem adicional de Jesus Aguado em Madrid, edição de Andrei Khalib e Emilia Sithole-Matarese

READ  Turista retido em Machu Picchu em meio a protestos peruanos

Nossos padrões: Princípios de confiança da Thomson Reuters.

Obtenção de direitos de licenciamentoabre uma nova aba

Correspondente multimédia baseado em Portugal que faz reportagens sobre política, economia, ambiente e notícias diárias. Experiência anterior em jornalismo local no Reino Unido, co-fundou um projeto que conta histórias de falantes de português que vivem em Londres e editou um site de notícias liderado por jovens.