junho 26, 2022

Atibaia Connection

Encontre todos os artigos mais recentes e assista a programas de TV, reportagens e podcasts relacionados ao Brasil

Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Lavrov, emite alerta assustador sobre um “conflito direto” com a Otan

Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Lavrov, emite alerta assustador sobre um "conflito direto" com a Otan

o novoAgora você pode ouvir os artigos da Fox News!

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, alertou que se a Otan enviar forças de paz para a Ucrânia em meio à invasão russa, isso levará a um confronto militar direto entre as forças russas e a aliança.

Na manhã de quarta-feira, Lavrov disse, segundo uma agência de notícias russa, que o envio de forças de paz da Otan para a Ucrânia levaria a um confronto direto entre as forças armadas da Federação Russa e a coalizão. Agência de notícias estatal TASS.

Rússia invade a Ucrânia: atualizações ao vivo

A embaixadora dos EUA nas Nações Unidas, Linda Thomas Greenfield, descartou no domingo a possibilidade de participação dos EUA em operações de manutenção da paz na Ucrânia, dizendo que o governo Biden não enviaria tropas americanas para o país.

Nesta foto divulgada pelo serviço de imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, o chanceler russo Sergei Lavrov faz uma pausa durante uma entrevista coletiva conjunta entre ele e o chanceler brasileiro Carlos Franca após suas conversas em Moscou, Rússia, na terça-feira, 30 de novembro de 2021.
(Serviço de Imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Rússia via AP)

“O presidente deixou muito claro que não vamos colocar as forças dos EUA no terreno na Ucrânia”, acrescentou. Thomas Greenfield disse. Não queremos transformar isso em uma guerra com os Estados Unidos.

“Mas apoiaremos nossos aliados da Otan”, acrescentou. Biden “deixou claro que se houvesse um ataque a qualquer um de nossos aliados da Otan, sob o Artigo 5, nós apoiaríamos esses países e os defenderíamos”.

A embaixadora dos EUA na indicada às Nações Unidas, Linda Thomas Greenfield, fala durante a audiência de confirmação perante o Comitê de Relações Exteriores do Senado no Capitólio, quarta-feira, 27 de janeiro de 2021, em Washington.  (Greg Nash/Piscina via AP)

A embaixadora dos EUA na indicada às Nações Unidas, Linda Thomas Greenfield, fala durante a audiência de confirmação perante o Comitê de Relações Exteriores do Senado no Capitólio, quarta-feira, 27 de janeiro de 2021, em Washington. (Greg Nash/Piscina via AP)

READ  TikTok suspende alguns serviços na Rússia

porto polonês um Ele teria obtido acesso a um projeto secreto no Ministério da Defesa Nacional da Polônia, destinado a enviar tropas de paz de vários países da OTAN para a Ucrânia. Espera-se que Varsóvia o apresente formalmente na cúpula da OTAN em 24 de março. Os Estados Unidos não participarão, mas podem concordar com uma missão que inclua alguns outros países.

Carros esmagados após um ataque aéreo noturno na vila de Bushev, 40 quilômetros a oeste de Kiev, Ucrânia, sexta-feira, 4 de março de 2022.

Carros esmagados após um ataque aéreo noturno na vila de Bushev, 40 quilômetros a oeste de Kiev, Ucrânia, sexta-feira, 4 de março de 2022.
(Foto AP/Efrem Lukatsky)

O aviso de Lavrov indica que a Rússia verá a presença de forças de paz da OTAN como uma escalada militar e uma razão para a guerra contra a aliança.

CLIQUE AQUI PARA O APP FOX NEWS

A guerra durou cerca de um mês, quando o número superior de forças russas encontrou resistência ucraniana inesperadamente feroz. A batalha pela cidade portuária do sul de Mariupol ficou cada vez mais feroz, enquanto cidades como a capital ucraniana, Kiev, e sua segunda cidade, Kharkiv, estão efetivamente sitiadas. A Rússia também tem como alvo cidades no oeste do país, não muito longe da fronteira com a Polônia, para onde mais de 2 milhões de refugiados dos 3 milhões da Ucrânia teriam fugido.