junho 29, 2022

Atibaia Connection

Encontre todos os artigos mais recentes e assista a programas de TV, reportagens e podcasts relacionados ao Brasil

Inundações em Assam: meio milhão de índios fugiram das enchentes no nordeste devido à chuva

Inundações em Assam: meio milhão de índios fugiram das enchentes no nordeste devido à chuva

Um dos maiores rios do mundo, o Brahmaputra, que deságua na Índia e no vizinho Bangladesh a partir do Tibete, inundou suas margens no estado de Assam nos últimos três dias, inundando mais de 1.500 vilarejos.

A chuva forte varreu a maior parte do estado acidentado, e a chuva continuou na quarta-feira, com mais previsões esperadas para os próximos dois dias.

“Mais de 500.000 pessoas foram afetadas com a situação de inundação se tornando crítica a cada hora”, disse Bijosh Hazarika, ministro de Recursos Hídricos de Assam, à Reuters, acrescentando que os sete se afogaram em incidentes separados nos últimos três dias.

Soldados do Exército indiano resgataram mais de 2.000 pessoas presas no distrito de Hogai em um esforço de resgate em andamento, de acordo com o ministro da Saúde do estado, Kshabab Mahanta.

Autoridades nacionais disseram que os níveis de água devem subir no rio Brahmaputra.

“A situação continua muito grave no distrito de Dima Hasaw mais atingido, com ferrovias e estradas cortadas por inundações e deslizamentos de terra”, disse o ministro da Receita de Assam, Gojen Mohan, que está supervisionando os esforços de socorro no local.

A mudança climática aumenta a probabilidade de ondas de calor sem precedentes na Índia e no Paquistão em cem vezes

Enquanto isso, outras cidades da Índia, principalmente a capital, Nova Délhi, estão passando por uma onda de calor que tomou conta da maior parte do sul da Ásia.

Temperaturas crescentes em partes do Paquistão Nas últimas semanas, a Índia forçou escolas a fechar, danificou plantações, prejudicou o fornecimento de energia e manteve os moradores dentro de casa. Isso até levou os especialistas a questionar se essa temperatura é adequada para a sobrevivência humana.

Jacobabad, uma das cidades mais quentes do mundo, na província paquistanesa de Sindh, registrou 51 graus Celsius (123,8 Fahrenheit) no último domingo e 50 graus Celsius (122 Fahrenheit) no dia anterior. Na Índia, as temperaturas em Delhi chegaram a 49 graus Celsius (120 Fahrenheit) no domingo.

READ  Atualizações ao vivo: a guerra da Rússia na Ucrânia