Aulas fazem parte da programação da Semana da Consciência Negra e acontecem sábado, a partir das 12h, na Praça da Matriz As bonecas Abayomi são símbolos da cultura africana no Brasil e ressaltam a força das mulheres negras na época da escravidão. Com o objetivo de valorizar a herança cultural da comunidade negra no município e no país, a Prefeitura da Estância de Atibaia promove uma oficina de bonecas Abayomi para toda a população no próximo dia 18 de novembro, a partir das 12h, na Praça da Matriz.

As bonecas deste tipo surgiram para acalmar as crianças durante o transporte de escravos da África para o Brasil. As mães africanas rasgavam um retalho de suas roupas e, com tranças e nós, criavam pequenas bonecas que serviam de amuleto de proteção para os pequenos. Desde sua origem, as bonecas não possuem demarcação de olho, nariz e boca e simbolizam as múltiplas etnias africanas. As bonecas ganharam o nome de “Abayomi”, que em Iorubá significa encontro precioso.

abayomi

No Brasil as bonecas são feitas de forma artesanal com retalhos de pano reaproveitados, mas ainda sem costuras, apenas com tranças e nós, e sempre negras. Hoje, as bonecas são símbolo da resistência, do poder feminino e da tradição e contribuem para o reconhecimento da herança cultural afro-brasileira. Acredita-se que dar uma boneca Abayomi a alguém é um gesto de amor e carinho.

A oficina de bonecas Abayomi em Atibaia faz parte da programação de atrações voltadas à valorização da cultura afro no município e no país da Semana da Consciência Negra, da Secretaria Municipal de Cultura e Eventos. A atividade será ministrada por Isabel Azevedo e Nerie Bianchi.

Fonte: Prefeitura da Estância de Atibaia