União de um grandioso projeto arquitetônico futurista com elementos da natureza, o Supertree Grove é um bosque artificial com “superárvores” que funcionam como jardins verticais.

Localizado na área de Marina Bay, em Cingapura, o bosque tem 12 “árvores” com altura entre 25 e 50 metros – o equivalente a um edifício de 16 andares.

Cada uma delas é formada por um núcleo vertical de concreto, rodeado por uma estrutura de aço com substrato próprio para plantações.
Essa “casca viva” é formada por plantas e flores originais de países tão distantes da Ásia quanto Equador, Panamá e Brasil.

No total, são 163 mil plantas de mais de 200 espécies e variedades, incluindo bromélias, orquídeas, samambaias e trepadeiras tropicais.

As copas das árvores, em forma de guarda-chuva invertido, têm sensores que captam energia solar, que é usada para a iluminação noturna e colorida do “bosque”. Duas vezes por noite, essas árvores gigantes viram o cenário de um show de luzes e músicas sincronizadas.

Além de passear e admirar o panorama, os turistas que visitam o local podem ainda caminhar em uma passarela suspensa de 128 metros de comprimento que liga duas das superárvores.


Complexo

O Supertree Grove fica dentro do Gardens by the Bay, um complexo que inclui ainda uma grande estufa cheia de flores, uma floresta tropical, restaurantes e bares.

O complexo foi construído a partir de um projeto britânico que venceu uma competição internacional de design lançada em 2006, que recebeu inscrições de 24 países.

Reprodução: G1