maio 27, 2024

Atibaia Connection

Encontre todos os artigos mais recentes e assista a programas de TV, reportagens e podcasts relacionados ao Brasil

A Ucrânia foi atingida por um ataque cibernético enquanto os EUA questionam a retirada das tropas russas

A Ucrânia foi atingida por um ataque cibernético enquanto os EUA questionam a retirada das tropas russas
  • Ministério da Defesa, os bancos foram atacados por um cyber
  • Rússia diz que algumas forças reconfiguraram suas bases após aumento militar perto da Ucrânia
  • O Ocidente responde com cautela e ceticismo

KIEV/MOSCOVO/WASHINGTON (Reuters) – A Ucrânia disse que sofreu um ataque cibernético nesta terça-feira, aparentemente culpando a Rússia, já que os comentários de Moscou sobre a retirada parcial de tropas foram recebidos com ceticismo ocidental.

O presidente dos EUA, Joe Biden, alertou que se moveria com aliados para responder à invasão e disse que um ataque russo ainda é uma possibilidade.

As relações Leste-Oeste enfrentam uma de suas crises mais profundas em décadas sobre a Ucrânia, o impacto pós-Guerra Fria no continente e o fornecimento de energia.

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

A Europa e os Estados Unidos querem que Moscou recue de seu acúmulo de mais de 150.000 soldados perto da fronteira com a Ucrânia, segundo estimativas dos EUA. Eles sugeriram controle de armas e medidas de construção de confiança para neutralizar o confronto.

Na terça-feira, a Rússia divulgou imagens mostrando que estava retornando algumas tropas às suas bases após os exercícios. Biden disse que os Estados Unidos não verificaram a medida. “Nossos analistas indicam que eles permanecem em uma situação muito perigosa”, disse ele.

A Ucrânia não disse quem acredita ser o responsável pelo ataque cibernético, mas um comunicado indicou que estava apontando o dedo para a Rússia.

“Não está excluído que o agressor tenha usado táticas de pequenos truques sujos porque seus planos agressivos não funcionam em larga escala”, disse o Centro Ucraniano de Comunicação Estratégica e Segurança da Informação, que faz parte do Ministério da Cultura.

READ  Putin vence as eleições russas e fala sobre Navalin

Usuários do Privatbank da Ucrânia relataram problemas com pagamentos e um aplicativo bancário, enquanto o Oshadbank disse que seus sistemas ficaram lentos.

O Serviço Federal de Segurança da Rússia não respondeu imediatamente a um pedido de comentário da Reuters.

“Se a Rússia atacar os Estados Unidos ou nossos aliados com meios assimétricos, como ataques cibernéticos disruptivos contra nossas empresas ou infraestrutura crítica, estamos preparados para responder”, disse Biden em comentários televisionados da Casa Branca.

Um diplomata europeu disse que o hacking é preocupante porque um ataque militar completo à Ucrânia provavelmente seria precedido por um ataque cibernético.

“Isso pode significar que um ataque físico é iminente, ou pode significar que a Rússia continua a mexer com a Ucrânia”, disse o diplomata, falando sob condição de anonimato.

O ataque cibernético foi caracterizado por ataques distribuídos de negação de serviço, quando hackers inundam uma rede com grandes quantidades de tráfego de dados para paralisá-la. É difícil atribuir tais incidentes, mas o diplomata europeu disse que não há dúvida de que a Rússia está por trás deles.

“significado de desescalada”

Os esforços diplomáticos continuaram na terça-feira.

O ministro das Relações Exteriores, Anthony Blinken, disse a seu colega russo Sergei Lavrov durante um telefonema que deve haver uma “redução de escala verificável, crível e significativa” por Moscou.

O chefe da Otan saudou as indicações da Rússia nos últimos dois dias de que pode estar procurando uma solução diplomática, mas instou Moscou a mostrar sua vontade de agir.

READ  Um australiano que supostamente amarrou as mãos de crianças aborígenes foi acusado de agressão

“Há indicações de Moscou de que a diplomacia deve continuar”, disse o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, a repórteres.

Ele disse que a Rússia muitas vezes deixa equipamentos militares para trás após os exercícios, o que cria a possibilidade de reagrupar forças.

Em uma entrevista coletiva conjunta com o chanceler alemão Olaf Schulz, o presidente russo Vladimir Putin se referiu apenas brevemente aos movimentos de tropas e não entrou em detalhes.

A Rússia há muito nega planejar invadir a Ucrânia, dizendo que pode treinar tropas em seu solo como achar melhor. Ele vem pressionando por um conjunto de garantias de segurança do Ocidente e quer impedir que Kiev se junte à OTAN.

Putin disse a repórteres que a Rússia não ficaria satisfeita com a conversa de que a Ucrânia não estava pronta para se juntar à aliança militar ocidental tão cedo e exigiu que a questão fosse resolvida agora.

“Quanto à guerra na Europa… sobre se queremos ou não? Claro que não. É por isso que apresentamos propostas para o processo de negociação, cujo resultado deve ser um acordo para garantir a igualdade de segurança para todos, incluindo nosso estado”, disse.

A demonstração de força da Rússia perto da fronteira com a Ucrânia provocou meses de diplomacia ocidental frenética e ameaças de sanções severas se invadir, culminando em alertas crescentes nos últimos dias de que isso pode acontecer a qualquer momento.

O Kremlin procurou retratar seus movimentos como evidência de que a conversa ocidental sobre a guerra era falsa e histérica.

A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Maria Zakharova, disse: “15 de fevereiro de 2022 ficará na história com o fracasso da propaganda ocidental para a guerra. Fui humilhada e destruída sem que um único tiro fosse disparado”.

READ  Austrália acusa um navio de guerra chinês de atingir dois mergulhadores da Marinha com pulsos de sonar em águas japonesas

O Ministério da Defesa da Rússia divulgou imagens mostrando tanques e outros veículos blindados sendo carregados em vagões. Analistas militares ocidentais disseram que precisam de mais informações para avaliar o significado dos recentes movimentos de tropas.

Imagens comerciais de satélite, tiradas no domingo e na segunda-feira, mostraram uma enxurrada de atividade militar russa em vários locais perto da Ucrânia. Consulte Mais informação

As ações russas, os títulos do governo e o rublo subiram acentuadamente na esperança de que a situação melhorasse, e os títulos do governo ucraniano subiram.

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

(Reportagem de Maria Tsvetkova, Andrea Shallal e Dmitry Antonov); Relatórios adicionais dos escritórios da Reuters. Escrito por Mark Trevelyan e Costas Petsas; Edição por Angus McSwan, Grant McCall e Rosalba O’Brien

Nossos critérios: Princípios de Confiança da Thomson Reuters.