Varejista entrou com pedido para iniciar testes. Drones poderiam ser usados para atender a cadeia de suprimentos e entrega de produtos

 

O Walmart entrou com pedido junto a Federal Aviation Administration (FAA), órgão que regula o setor de aviação nos Estados Unidos, para testar entregas feitas com drones. O movimento visa competir com outros concorrentes do varejo online, caso da Amazon e Google. Na aplicação submetida nesta terça-feira (27), o Walmart pede permissão para iniciar os testes externos de drones e revelou que tem conduzido testes internos há meses.

A companhia informou que tem interesse em pesquisar o uso de drones para atender a cadeia de suprimentos assim como uma forma de entregar produtos para consumidores.

A companhia planeja usar dois modelos de drone, ambos da China, o DJI Phantom 3 e DJI S900.

Tanto Amazon e Google já têm testado drones como uma forma de acelerar a entrega de produtos para consumidores. O serviço de entrega da Amazon, o Prime Air busca entregar pacotes em menos de 30 minutos, mas para fazer isso precisará de uma rede de distribuição com centros de entrega próximos a grandes concentrações urbanas.

Bem, o Walmart já conta com isso.

“Nós temos uma dos maiores e mais eficientes cadeias de suprimentos no mundo”, disse Brian Nick, um representante do WalMart, dizendo que há uma unidade do supermercado próxima a 70% das pessoas nos Estados Unidos.

“O que apresenta possibilidades únicas e interessantes para servir nossos clientes com drones”, indicou.

Fonte: dgnow.com.br