Construída há quase 100 anos, mais precisamente em 1928, durante o seu funcionamento a Usina Hidrelétrica de Atibaia atendeu Atibaia e sua região, incluindo os municípios de Bragança Paulista, Jarinu e Bom Jesus dos Perdões.

Represa da Usina

No ano de 1969 a CESP, que até então havia se instalado há pouco tempo em Atibaia, assumiu o sistema de fornecimento de energia da usina, fazendo com que ela funcionasse apenas nos horários de pico.

Rio Atibaia

No dia 13 de janeiro de 1970, a hidrelétrica teve as suas atividades definitivamente encerradas, ficando “esquecida” por alguns anos.
Com a lei estadual 5280, de 04/09/86, a represa passou a ser Área de Preservação Ambiental (APA), transformando-se em área de lazer e atraindo a visita de turistas e moradores que buscam um maior contato com a natureza.

Mata ciliar da represa da usina de Atibaia

O Centro de Lazer Municipal Alberto Gavazzi, localizado no Bairro da Usina, conta com um viveiro onde estão plantadas espécies de plantas ornamentais e árvores nativas, além de oferecer para os visitantes uma estrutura com playground, quiosques, churrasqueiras e quadras.

Pescadores no Centro de Lazer Municipal Alberto Gavazzi

Além de descanso em meio à natureza, a Represa da Usina de Atibaia também proporciona a prática de diversos esportes náuticos, passeios de jet ski, caiaque e canoa, além da observação de diversas espécies de plantas, pássaros e outros animais silvestres. Nas suas margens há restaurantes que vendem petiscos, porções e alugam barcos.

Casa às margens da Represa da Usina de Atibaia

Endereço: Acesso pela Rodovia Dom Pedro I – km 83, a 15 quilômetros do centro de Atibaia.

Fonte: atibaia.com.br; www.caminhosdosup.com.br.

Deixe uma resposta