A primeira vivência cultural da Plana em 2020 já tem data marcada: no final de semana de 24 a 26 de janeiro, o Quilombo da Fazenda, em Ubatuba (SP), será palco de uma série de atividades para conectar os viajantes com a ancestral cultura quilombola.   

Roda de Jongo (Reprodução)

Realizada em parceria com a gestão do Turismo de Base Comunitária do Quilombo da Fazenda, “a viagem tem por objetivo promover um espaço de aproximação, troca e conexões entre os viajantes e a comunidade local”, destaca Liliane Jacintho, empreendedora social e sócia da Plana. 

A Comunidade Remanescente do Quilombo da Fazenda, reconhecida pela Fundação Palmares desde 2005 e atualmente em processo pela titulação do território, é formada por cerca de 50 famílias descendentes de africanos escravizados, que hoje carregam consigo toda herança cultural e histórica, preservando saberes tradicionais que serão compartilhados com os viajantes durante o final de semana.

Casa de artesanato do quilombo (Reprodução)

A Vivência Histórias do Quilombo será a 14ª realizada pela agência de turismo de experiência Plana. “Será uma viagem especial, bem direcionada às histórias do quilombo. O intuito é promover interação entre o viajante e a comunidade a partir do diálogo e estimular a valorização da oralidade na preservação cultural”, ressalta Samanta Mazzolini, empreendedora social e sócia da Plana.

Roda de conversa (Reprodução)

Programação

A programação é composta por rodas de conversa com duas lideranças da comunidade quilombola:  o Seu Zé Pedro e a Dona Laura, em um momento singular para aprender sobre uma história que não é contada na escola e que abarca a vida em comunidade antes e depois da criação do Parque Estadual. Durante o encontro, os participantes poderão ouvir muitos causos e contos, reforçando a importância da valorização da oralidade para a preservação cultural. 

O mestre quilombola Zé Pedro (Reprodução)

Haverá também oficina de artesanato, ocasião para entender o contexto e a importância da arte dentro da comunidade. Nessa atividade, os viajantes poderão colocar a mão na massa e produzir uma peça artesanal sob a orientação de um monitor local.

Oficina de artesanato (Reprodução)

Como a vivência acontece no meio da Mata Atlântica, na Serra do Mar, uma bela trilha faz parte da programação, com direito a banho de cachoeira ao final! A Trilha do Jatobá é uma excelente oportunidade para apreciar a natureza e aprender sobre a íntima relação de interdependência dos quilombolas e a floresta.

Trilha do jatobá (Reprodução)

E claro, na vivência não pode faltar música e dança! Os participantes vão entrar na roda junto com o “Grupo Ô de Casa” ao som dos tambores do Jongo, uma manifestação cultural tradicional e muito representativa herdada dos ancestrais africanos. 

Além das trocas de experiências e sentimentos que permeiam toda a vivência, há também os sabores, já que a alimentação é uma manifestação da cultura, de respeito e de cuidado com o outro. Os viajantes poderão provar deliciosos pratos tradicionais da cultura quilombola e caiçara, tudo incluído no valor da vivência. 

Casa de farinha (Reprodução)

Venha com a Plana vivenciar essa experiência de aprendizado e conexão, em um final de semana incrível. Além da inesquecível e transformadora experiência propiciada pela viagem, os participantes estarão contribuindo para o fortalecimento comunitário, o resgate e a valorização da cultura quilombola e a geração de renda sustentável na comunidade.

Sobre a Plana

Fundada em 2017 pelas empreendedoras sociais Liliane Jacintho e Samanta Mazzolini, a Plana é uma agência com foco em turismo de experiência. O objetivo é fomentar a valorização cultural e a geração de renda nas comunidades tradicionais por meio do turismo de experiência.  

Turismo de experiência

Em dois anos de atuação, a Plana já promoveu uma série de vivências, rodas de conversa e debates sobre a importância da preservação e da valorização das comunidades tradicionais. De acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT), o turista do século 21 deseja “viajar para destinos onde mais do que visitar e contemplar seja possível também sentir, viver, emocionar-se e ser personagem de sua própria viagem”.

O objetivo das vivências é contribuir para a valorização e preservação da cultura local, além de promover o desenvolvimento de uma atividade econômica sustentável para a comunidade, proporcionando também aos viajantes a rica experiência de se conectar com novas pessoas, lugares e culturas.

Foto: Reprodução

Serviço – Vivência Histórias do Quilombo

Data: 24 a 26 de janeiro de 2020 (chegada sexta a noite e retorno domingo a tarde)

Local: Quilombo da Fazenda, Picinguaba, Ubatuba/SP

Valor: R$ 450,00 à vista ou 2 parcelas de 240,00.

Inclui: Duas noites de hospedagem coletiva em casa familiar; refeições completas (café da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar); atividades da programação com monitores locais; e acompanhamento da equipe da Plana.

Reservas: https://forms.gle/uJre6s9UeL5pLEDh7 

Programação:

  • Roda de Conversa com S. Zé Pedro
  • Roda de Conversa com D. Laura
  • Oficina de Artesanato
  • Apresentação de Jongo
  • Trilha do Jatobá

Observações: 

  • Vagas limitadas, não deixe para última hora!
  • Crianças são bem-vindas, até 6 anos não pagam, entre 7 e 12, pagam meia.
  • Transporte não incluso, incentivamos e conectamos os participantes para caronas colaborativas, uma forma mais econômica e sustentável de viajar.
  • Confirmação da vivência sujeita ao número mínimo de participantes.

Informações à Imprensa: Plana Vivências

Maiores informações:

11 95156-5571  | 11 99316-4947 

[email protected]

Instagram: @plana.vivencias
Facebook: http://bit.ly/vivencia-jan-plana-facebook


Deixe uma resposta