Quando você compra um produto ou serviço, além de analisar o impacto dessa compra na sociedade e no meio ambiente, é importante refletir se você está investindo o seu tempo e a sua energia em algo realmente importante para você. Afinal, aquele dinheiro que você vai gastar é fruto da energia e dedicação de uma pessoa (geralmente você) ao seu trabalho, certo?

Para se ter uma ideia, considerando o rendimento médio mensal de um brasileiro (R$ 1.226, segundo o IBGE*), a compra de um tênis de R$ 200 representa quase 26 horas de trabalho*. No caso de um smartphone de R$ 1.500, item muito cobiçado e que muitas vezes é substituído a cada ano, são necessários mais de 1 mês de trabalho ou 190 horas de um brasileiro, em média. Estamos aqui citando o celular e o tênis como exemplos, mas vale fazer essa reflexão para outras coisas que você for consumir: estou investindo bem o meu tempo e a minha energia (usados para conquistar o dinheiro)?

Consumo consciente não é deixar de consumir, mas consumir melhor e diferente, sem excessos, para que todos vivam com mais bem-estar hoje e no futuro.

Essa prática é positiva não só para a sociedade e para o meio ambiente, mas também para fazer uma boa gestão do seu dinheiro e da sua vida, em geral.

*Cálculo feito considerando-se 1711 horas trabalhadas ao ano, segundo estimativa da Federal Reserve Bank de St. Louis.