Com o objetivo de promover a interação entre jovens e idosos, o projeto Memórias na Rede abre inscrições a partir do dia 07 de agosto (sexta-feira). Dividido em duas etapas, oficinas de redação para jovens e visitar ao Asilo São Vicente de Paulo, o projeto tem como intenção proporcionar o encontro de gerações distintas. A partir dessa experiência, os jovens serão convidados a registrar em textos as memórias compartilhadas pelos idosos moradores da instituição. Posteriormente, esses textos serão publicados em um blog, onde o público poderá ter acesso.

Os interessados em participar do projeto podem se inscrever pelo link: goo.gl/forms/FYDMIYWj9z até o dia 23 de agosto. As oficinas de redação acontecerão na rede da ASES – Associação de Escritores de Bragança Paulista – nos dois primeiros finais de semana de setembro e também no último final de semana de outro. A visita ao Asilo está prevista para acontecer no terceiro final de semana de outubro. Serão oferecidas 30 vagas para jovens de 12 a 18 anos.

Vencedor da Terceira Edição do Prêmio Entrando em Cena no Mundo, o Memórias na Rede foi criado por Nahida Almeida Ghattas e Alberto Aleixo Maciel, durante oficinas de empreendedorismo sociocultural promovidas plo Instituto Entrando em Cena.

O Entrando em Cena no Mundo é um projeto desenvolvido com a perspectiva de formar agentes multiplicadores capazes de se tornarem protagonistas de ações culturais. Depois de quatro meses de oficinas de criação, desenvolvimento e gestão de projetos socioculturais, os participantes apresentaram suas propostas de empreendedorismo social durante a Feira de Ideia.

Na ocasião, seis projetos foram apresentados ao público e puderam disputar a Terceira Edição do Prêmio Entrando em Cena no Mundo. Além do Memórias na Rede, os projetos DiRaiz Hip Hop e Café no Bullying também foram premiados com apoio financeiro e técnico para sair do papel.

A terceira edição do projeto Entrando em Cena no Mundo foi realizada pelo Instituto Entrando em Cena com patrocínio pela TE Connectivity por meio da Lei Rouanet, do Ministério da Cultura.

Para mais informações: facebook.com/memoriasnarede ou [email protected]

Por: Shel Almeida – Ass. de Imprensa