Quem acompanha os trabalhos da Incubadora de Artistas desde o começo já deve conhecer os traços do artista Galvani Gonçalves Sarmento Neto, mais conhecido como Galo. Na maioria de suas criações, peixes estilizados, robôs e personagens surreais se misturam com citações em diversos idiomas, promovendo um diálogo visual que prende a atenção dos espectadores. Suas obras monocromáticas criam um universo lúdico, interagindo com elementos já existentes nas paredes como sujeiras, janelas e chaminés.

Foto: Ricardo de Paula

Galo

Arquiteto e Urbanista, Galo tem referências de seus trabalhos em diversos livros internacionais, participou de várias exposições, entre elas quatro da Incubadora de Artistas, e usa a rua como suporte de sua arte. Ele também foi selecionado em duas edições do Ocupa Atibaia, pintando dois grandes murais na cidade.

Seleção no IBUG

Neste ano, Galo voltou a se destacar no cenário internacional após se inscrever no IBUG, um dos mais conceituados festivais de arte urbana do mundo, realizado na Alemanha. O artista foi o único brasileiro selecionado para fazer parte do evento, que recebeu cerca de 300 inscrições. Para angariar fundos e poder viajar à Europa, Galo criou uma espécie de “vaquinha virtual”, com venda de seus trabalhos pela internet.

Galo

“Após saber por e-mail que fui selecionado, corri atrás de vaquinhas, trampos, qualquer tipo de ação que me ajudasse a garantir algum dinheiro. Cheguei a arrecadar 20% do valor da passagem, mas com essa quantia era praticamente impossível. O pessoal da organização do festival pediu que eu entrasse em contato com a embaixada do Brasil em Berlim, mandei um e-mail para eles e, para a minha surpresa, eles me ligaram e foram super atenciosos. Disseram-me que em função do prazo não poderiam me ajudar, mas colocariam o evento no calendário da embaixada para divulgação. E assim foi, dedicaram uma página a mim, divulgando o evento em português e alemão”, contou Galo.Faltando poucos dias para o festival e sem conseguir a verba necessária, Galo chegou a pensar que não participaria do IBUG. De última hora, recebeu apoio da Incubadora de Artistas que rapidamente acionou sua rede de colaboradores e amigos, fator fundamental para a realização do sonho. Também de última hora, teve ajuda da organização do IBUG.

Galo

O IBUG é um festival internacionalmente reconhecido pela arte urbana, que já conta com 13 edições e tem o objetivo de promover o desenvolvimento cultural através da revitalização de parques industriais abandonados. Os artistas têm total liberdade para criar com material de pintura, alojamento e alimentação garantidos. O evento deste ano foi realizado entre os dias 24 de agosto e 2 de setembro, na cidade saxônica de Chemnitz. “Na primeira fase, a fase criativa do projeto, que durou 6 dias, os artistas ficavam à vontade para escolher os locais das intervenções. Até então, não sabíamos onde iríamos pintar. O processo foi bem tranquilo, havia material para todos, tanto spray quanto tintas líquidas em proporções praticamente iguais”, contou Galo.

Ele e os outros 119 artistas selecionados ficaram alojados em uma fábrica com 5 pavimentos, em uma proposta de imersão artística, interagindo e levando arte ao cenário degradado pelo tempo. “Foi uma experiência ímpar, 10 dias de interação que pareceram 1 ano, uma imersão fantástica, um contato enriquecedor com artistas do mundo todo, técnicas diferentes, motivações diferentes, conheci artistas do Canadá, Berlim, Rússia, Suécia, Holanda, Amsterdam, Romênia, México, Argentina, Barcelona, Áustria, Inglaterra, Ilhas Canárias, Suíça, França, Itália, Hungria, Grécia”, declarou.

Galo no IBUG

Durante sua participação no IBUG, Galo fez um total de 7 obras. Em um dos grafites, o artista usou a técnica da anamorfose, pintando a figura de um peixe que parecia engolir as construções além da janela. Junto ao personagem, estampou a frase: “Como um peixe voador, gostaria de comer toda a cidade, mas por agora, uma janela já é o bastante”. Próximo ao mural, criou uma espécie de manual que convidava os visitantes a ajudarem o peixe a “comer” a cidade. Eles eram instruídos a se posicionarem no ponto certo da sala, fechando um dos olhos, até que as construções do lado de fora ficassem do mesmo tamanho que a construção pintada dentro da boca do personagem. Na sequência, deveriam pular, criando a ilusão que o peixe devorava a cidade. “Consegui filmar alguns visitantes pulando e dando risada, acho que ao menos se divertiram um pouco”, contou Galo.

A segunda peça foi feita em parceria com o suíço “Inso Mundo”, um peixe fatiado que alterna os estilos dos dois artistas em um único animal.

A terceira, foi elaborada em conjunto com o artista canadense “Yves Paradis” e o coletivo de Berlim “Tropical Heins“. No espaço, personagens pintados em várias pilastras simulam um jogo de esconde-esconde.

O quarto trabalho surgiu de uma interação com o grupo francês “Burn Krew” e a artista Mélina Mauberret. Galo elaborou um cartaz, estilo “belle époque”, que convidava os visitantes a conhecerem a intervenção. “Criei uma composição que mostrava os artistas desenhando perspectivas, pontos de fuga, em uma referência direta ao que tinham feito na sala”, explicou.

Galo

A quinta arte elaborada por Galo no espaço foi o desenho de um robô apagando a frase “Robots are not humans”.

O sexto trabalho foi um “projeto de peixe avião”, desenho com linhas brancas e fundo preto, que usa uma linguagem de projeto misturada com palavras que, segundo o artista, “mesclam um ‘falso latim’ com inglês e qualquer coisa que venha na cabeça na hora que são feitas”.

A sétima peça foi um desenho monocromático em homenagem à zona leste de São Paulo.

Galo no Brasil

Quem quiser conhecer mais o trabalho de Galo, solicitar uma tela, toy art ou mural, pode entrar em contato com o artista pelo e-mail [email protected] ou pela página do Facebook https://www.facebook.com/GALOsurreal .

Um dos grafites de Galo ainda pode ser visto aqui, em Atibaia, no Boulevard Takao Ono. O mural “O passeio de Bicicleta do Sr. Higgs” foi mais uma ação promovida pelo Ocupa Atibaia, edital da Incubadora de Artistas de fomento à arte de rua.

Outras Informações

Incubadora de Artistas
E-mail:
[email protected]
Site:
www.incubadoradeartistas.com.br
Facebook:
www.facebook.com/INCUBADORAdeARTISTASbrasil

Deixe uma resposta