O evento terá 2 edições na cidade de São Paulo, em 30 de agosto e 20 de setembro, com a participação de nomes como Ampara Animal e Luiz Proteção Animal.

Uhelp.com é uma Associação Assistencial Civil, sem fins lucrativos, que promove a campanha Adote um Pet com Deficiência, e é a responsável por unir nomes como Ampara Animal, Luiz Proteção Animal, Praça Velorama e Dog Zone Villalobos/Portinari com o objetivo de incentivar a adoção e promover a conscientização de que um animal com deficiência é um pet como todos os outros, pois apesar de suas limitações, a capacidade de superação que eles têm é infinitamente superior. E cá entre nós, participar desse processo e conviver diariamente com cada progresso é uma experiência única e extremamente gratificante.
A Campanha tem a hashtag #especialmentediferente, criada pela Ampara Animal, e contará com duas edições da feira de adoção, em pontos distintos da capital paulista. A primeira acontece no dia 30 de agosto, na Praça Velorama, na Rua Groenlândia, 848. No dia 20 de setembro, é a vez do Dog Zone nos parques Villalobos e Portinari, na zona Oeste de São Paulo. Já estão confirmadas, até o momento, as participações da Ampara Animal e da Luiz Proteção Animal, ambas com trabalhos voltados para adoção – e que incluem pets com deficiência.
Juliana Camargo, presidente da Ampara Animal explica que “são considerados pets com deficiência os que apresentam problemas motores, mentais, renais, idosos, amputados, cegos e os de cor preta, uma vez que têm menor índice de adoção”. Para Livia Clozel, Comunicação e Estratégia da Uhelp.com, “um pet com deficiência tem uma vida normal: muitos deles não precisam sequer de acompanhamento médico por conta da deficiência, e todos são grandes companhias! Sem contar que, na verdade, o preconceito é que é uma deficiência”!
Depoimentos de quem já adotou um pet com deficiência
Giuliana Stefanini é gerente da Luiz Proteção e adotou o Frederico há pouco mais de um ano. Para ela, cuidar do cãozinho da raça dachshund já é natural: “é como escovar os dentes”, revela. Ela revela que foi a melhor coisa que já fez na vida: “o Fred é um anjo!”. O pet tem deficiência física e precisa usar andador nas patas traseiras, mas nem por isso deixa de fazer estripulias e encher a dona de orgulho. Giuliana enfatiza que é muito importante divulgar a causa dos pets com deficiência, porque é muito difícil alguém adotá-los. “Infelizmente, eles ficam esquecidos, pois as pessoas têm preconceito”, declara.
Livia Clozel, da Uhelp.com, também escolheu um pet com deficiência e adotou a pequena Amora há cerca de 3 anos: “ela é amputada e sofreu maus tratos, demorou a se sentir segura, mas hoje é uma companheira incrível”, enfatiza.
Livre-se do preconceito e abra o coração: adote um animalzinho com deficiência. Muito além de um ato de amor, é uma oportunidade de conhecer seu melhor amigo.
Adote um Pet com Deficiência – 1edição
Data: 30 de agosto
Local: Praça Velorama | Rua Groenlândia, 848 | Jardim América
Horário: 9h às 18h
Adote um Pet com Deficiência – 2edição
Data: 20 de setembro
Local: Dog Zone Villalobos/Portinari | Avenida Professor Fonseca Rodrigues, 2001 | Alto de Pinheiros
Horário: 9h às 18h
Assinado: João Manoel Suano Bezerra de Meneses.
Fonte de dados: Uhelp.com