De 03 a 31 de maio, a Câmara Municipal de Atibaia sediou a 73ª exposição do Clube Atibaiense de Fotografia, “Mulher Que Faz”. Nela o público teve a chance de conferir 27 fotos de 15 participantes, além de textos poéticos que acompanhavam as imagens, destacando diversas qualidades da mulher.

A exposição serviu, acima de tudo, para afirmar que de frágil o sexo feminino não tem nada.

“A mulher é cobrada o tempo todo. Tem que ser boa filha, mãe, esposa, bonita, magra, sadia, ter tempo para namorar, dormir, cuidar da casa e da família, pagar as contas. Esse desafio se faz comum nas vidas das mulheres porque são naturalmente multitarefas”, afirmou Kathya Silva, responsável pela organização da exposição. Nesse sentido, a exposição “é uma pequena amostra de que a mulher, de sexo frágil nada tem”, complementou.

Informações à Imprensa: Câmara Municipal de Atibaia

Deixe uma resposta