O cipó, a roda, a coruja, a onça, o acalanto. Personagens, ritmos e situações presentes no cancioneiro e nas brincadeiras populares dão o tom no III Encontro de Formação do Programa Escola em Movimento, para educadores de 14 escolas públicas de Bragança Paulista. O Programa é uma iniciativa do Instituto Arcor Brasil, que completa 14 anos de atuação no dia 25 de maio. A primeira oficina aconteceu na noite de segunda-feira, dia 14 de maio, na Escola Municipal Augusto Vasconcellos.

O Programa Escola em Movimento é uma ação corporativa do Grupo Arcor e é implementado na Argentina, no Brasil e no Chile. O objetivo do Programa é estimular a vida ativa, através do movimento. Todos os projetos apoiados têm portanto esse propósito.

Bragança Paulista sedia a quarta edição do Programa no Brasil, com a participação de 14 escolas públicas, 11 municipais e 3 estaduais. “O Encontro de Formação de Educadores é uma das atividades técnicas previstas no Programa Escola em Movimento. A participação é aberta a toda equipe de educadores, incluindo professores, coordenadores e pessoal de cozinha e administração, para que todos sejam integrados e alinhados com os propósitos do Programa e se sintam parte do processo”, explica Milena Drigo Azal, coordenadora de programas socioeducativos do Instituto Arcor Brasil.

Noite de brincadeiras

As 14 escolas públicas foram agrupadas para participar desse III Encontro de Formação, em seis oficinas até o dia 18 de junho. A primeira oficina aconteceu na noite de segunda-feira, dia 14 de maio, na Escola Municipal Augusto Vasconcellos, também contando com a presença de educadores da Escola MunicipalJandira Colombi Costa Valente.

As oficinas estão sendo ministradas pelos artistas do BrincáDoQuê!, grupo de São Paulo voltado para a promoção de brincadeiras, tendo como matriz e referência o cancioneiro e a cultura popular brasileira em geral. “Foram as crianças que nos chamaram para brincar e estamos nessa até hoje”, explica Rogério Almeida, um dos fundadores do BrincáDoQuê!

Co-fundadora, Maíra Simões nota que o projeto se propõe então a difundir brincadeiras, entre crianças e também os adultos, como os educadores do Programa Escola em Movimento. “Todos têm uma história, todos têm o que ensinar, então todos aprendem juntos nesses momentos”, completa Maíra.

Interação – E foi assim na noite de 14 de maio em Bragança Paulista. Brincadeiras e canções, evocando o Jongo, o Acalanto, os folguedos do boi, entre outros patrimônios imateriais da cultura brasileira. Um simples lenço, colorido, que pode ser transformado em máscara, em pássaro, em qualquer objeto que a imaginação permitir. Duas fileiras e um par dançando ao centro, corpo e alma em movimento.

No centro as brincadeiras, que impulsionam os projetos das escolas públicas que integram o Programa Escola em Movimento. Na EM Augusto Vasconcellos, o Projeto “Brincadeiras de aventura é na escola que se aprende” focou no oferecimento de jogos e brincadeiras não convencionais, como tirolesa, escalada em parede, voleibol de areia e slackline.

“Minha formação é em Educação Física, então sempre me preocupei em viabilizar atividades prazerosas e não muito conhecidas e o apoio do Instituto Arcor permitiu a realização do sonho”, contou a diretora Milena Sousa Assis Coelho.

Professora na mesma escola, Adriana Baldo ressaltou que as brincadeiras estimuladas pelo projeto têm permitido que “as crianças interajam e negociem entre si e com os professores, favorecendo o seu desenvolvimento”.

A EM Jandira Colombi Costa Valente implementou o Projeto “Recicla-Ação”, viabilizando brincadeiras a partir de material reciclado. “Essas formações têm sido fundamentais,  pois trazem novas ideias, renovam a criatividade”, comentou a diretora, Cristina Maria Oliveira Cunha Lima.

Uma das educadoras que participou da oficina foi Ana Paula Dentello, que é auxiliar de alunos na EM Jandira Colombi Costa Valente. “As crianças pedem para brincar, o projeto ajudou muito nesse sentido. Elas estão se movimentando mais”, explicou, entre um e outro jogo que o BrincáDoQuê! apresentou e que os educadores certamente levarão para sala de aula e demais espaços das escolas públicas de Bragança  Paulista.

As próximas datas do III Encontro de Formação:

21/05 – Segunda-feira – E.M. Antonio Dorival Monteiro de Oliveira: Rua Antonio Luppe, número 200 – Jardim Iguatemi

29/05 – Terça-feira – E.E. Prof Mathilde Teixeira de Moraes: Rua Oswaldo Russomano, s/nº – Parque dos Estado

04/06 – Segunda-feira  – E.E. Prof. Bruno Florenzano: Rod. Pe. Aldo Bollini, km 70 – Água Comprida

11/06  – Segunda-feira – E.M. Profª Creusa Gomes de Azevedo: Rua Bernardo Stéfani, 415. Bairro – Santa Terezinha

18/06 – Segunda-feira – E.E. Prof. Marcos Antonio da Silva Guimarães: Rua João Diniz, 332 – Jardim Recreio

Informações à Imprensa: Instituto Arcor Brasil

Deixe uma resposta