Alunos da rede municipal de ensino de Atibaia estão representando o Estado de São Paulo, juntamente com alunos de mais quatro cidades, na disputa nacional pelo Prêmio MPT na Escola 2019. A Escola Municipal Rosiris Andreucci Stopa ganhou a primeira colocação em duas categorias na disputa regional, e aguarda o resultado da fase nacional que será divulgado em outubro.

Foto: Reprodução

O Prêmio MPT na Escola faz parte do projeto realizado pelo Ministério Público do Trabalho que tem por objetivo erradicar o trabalho infantil. Neste sentido, por meio da conscientização escolar, o projeto propõe que crianças de todo o país abordem o assunto por meio de contos, curtas-metragens, desenhos, músicas e poesias. Nesta fase regional foram avaliados mais de 90 trabalhos de estudantes de 24 cidades que compõem a 15ª Região da Coordenadoria Nacional de Combate à Exploração do Trabalho de Crianças e Adolescentes (Coordinfância) em Campinas, SP.

Imagem: Reprodução

Atibaia ficou em primeiro lugar no grupo de alunos de 4º e 5º ano, nas categorias música e conto. Os estudantes, da E.M. Rosiris Andreucci Stopa, Gerson Lucas Porto Soares e Julia Flavia da Silva, venceram com o conto “Uma Ajuda Inesperada” e na categoria música, os alunos Bianca de Fátima Rosa Borges, Gabriel Lucas Costa de Oliveira, Julia Flavia da Silva, Maria Eduarda Maia Marques e Pedro Henrique Silva Santos, venceram com a música “Vamos Fazer Valer!”. O júri que elegeu os melhores trabalhos foi composto pelos procuradores Carolina Marzola Hirata Zedes, Fábio Messias Vieira e Paulo Crestana.

Foto: Reprodução

Todos os trabalhos apresentados tiveram como tema o fortalecimento da infância e os prejuízos decorrentes do trabalho infantil. Agora, Atibaia aguarda o resultado da etapa nacional, que será divulgado em outubro, e a possibilidade de vencer pelo quarto ano consecutivo, o que demonstra o trabalho sério e o comprometimento dos alunos e educadores da rede municipal de ensino.

Ouça a música “Vamos Fazer Valer”:

Leia o conto “Uma Ajuda Inesperada”:

Uma ajuda inesperada

Numa cidade bem pequenininha, moravam duas irmãs chamadas Elisa e Valentina, junto com seus pais Joseani e Amadeu. Moravam numa casa bem humilde, mas com muito amor e carinho. Eles amavam suas filhas, faziam de tudo por elas, mas uma coisa eles não podiam fazer, levá-las à escola.

Essa era a maior vontade das meninas, mas por más condições elas não conseguiam. Valentina tinha Síndrome de Down, seus pais não acreditavam que ela poderia fazer algo na vida, então faziam ela e sua irmã trabalhar na roça e como domésticas na casa de pessoas que tinham boas condições financeiras.

As duas iam todos os dias junto com seus pais trabalhar na casa do Sr. Paulo, um advogado muito famoso. Ele não passava o dia em sua casa, por isso não via o que estava acontecendo com aquelas meninas.
Elas viam a filha do patrão ir à escola e ficavam cada dia mais tristes por não poder ir também.

Um dia Elisa resolvei conversar com seus pais sobre seu desejo:
– Mãe, pai, os senhores sabem que meu maior desejo é ir à escola. E comigo quero levar a Valentina, tenho certeza que nós encontraremos alguém que nos ajude de verdade.
– Filha, você sabe que nós não temos condições!

Nisso o senhor Paulo chegou mais cedo em casa e ouviu a conversa, quis saber o que elas estavam conversando. A mãe tentou explicar. O patrão ficou inconformado por não saber que isso acontecia em sua casa.

Disposto a ajudar, Paulo contou o caso a sua amiga Jussara, professora de uma escola da cidade.
Os pais e as meninas foram até a escola para uma conversa. Então a professora disse:
– Gostaria de saber por que as meninas estão fora da escola.
– Porque nós não temos condições para comprar material, e também porque Valentina tem problema e não pode ficar com outras crianças.
– Nem pensar!!! Valentina tem direito a atendimento educacional especial. E quanto os materiais, os livros são cedidos pelo governo, e tenho certeza que Sr. Paulo vai ajudar.

A professora conseguiu convencer os pais da obrigação de mantê-las na escola. Elisa e Valentina ficaram felizes da vida. Se dedicaram muito aos estudos e hoje voltaram a trabalhar com Sr. Paulo. Elisa comanda a área administrativa da empresa e Valentina é sua secretária.

Informações à Imprensa: Prefeitura da Estância de Atibaia

Deixe uma resposta