As vacinas são um dos mecanismos mais eficientes para a defesa do organismo humano contra agentes infecciosos e bacterianos. É por meio delas que vem sendo possível eliminar doenças que já causaram muitas vítimas no passado, como a varíola e a poliomelite.

Para garantir o compromisso com a prevenção de doenças é fundamental manter atualizadas as cadernetas de vacinação em qualquer faixa etária. Para isso, a Secretaria de Saúde de Atibaia esclarece quais são as vacinas necessárias para cada fase da vida.

Foto: Reprodução

Crianças (0 a 6 anos)
BCG: previne as formas graves de tuberculose 
Hepatite B: protege contra a hepatite B
Pentavalente: protege contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e meningite por Haemophilus influenzae B
VIP/ VOP: protege contra paralisia infantil 
Pneumocócica 10: previne pneumonia e meningites caudadas pelo pneumococo
Rotavírus: previne diarreia por rotavírus 
Influenza: previne a gripe Influenza 
Febre amarela: previne a febre amarela
Tríplice viral: previne sarampo, caxumba e rubéola 
Hepatite A: previne a hepatite A
Varicela: previne a catapora 
DTP: previne a difteria, tétano e coqueluche

Foto: Reprodução

Adolescentes (10 a 19)
HPV: previne o vírus do papiloma humano que provoca cânceres e verrugas genitais (meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos)
Hepatite B: previne a Hepatite B
Dupla Adulto: previne difteria e tétano
Febre amarela: previne a Febre Amarela
Tríplice viral: previne sarampo, caxumba e rubéola

Adultos (20 a 59 anos)
Hepatite B: previne a Hepatite B
Dupla Adulto: previne difteria e tétano
Febre amarela: previne a Febre Amarela
Tríplice viral: previne sarampo, caxumba e rubéola

Foto: Reprodução

Gestantes 
dTp acelular: previne difteria, tétano e coqueluche 
Influenza: previne a gripe Influenza
Hepatite B: previne a Hepatite B
Dupla Adulto: previne difteria e tétano

Idosos (acima de 60 anos) 
Hepatite B: previne a Hepatite B
Dupla Adulto: previne difteria e tétano
Influenza: previne a gripe Influenza
Febre amarela: previne a Febre Amarela
Pneumocócica 23: previne pneumonias e meningites caudadas por pneumococo

Foto: Reprodução

Influenza
Desde janeiro, a Secretaria de Saúde recebeu 26 notificações de suspeita de gripe H1N1. Dos 20 casos registrados em Atibaia, 2 casos foram confirmados por H1N1, 1 por Vírus Sincicial Respiratória, 13 descartados e 4 em investigação. Dos quatro casos de Mairiporã apenas 1 foi confirmado por Vírus Sincicial Respiratório, o único de Bom Jesus dos Perdões foi descartado e o de São Paulo está sob investigação.

Dengue
Até o momento foram registradas 461 notificações, sendo 291 casos confirmados, 125 descartados e 45 em investigação.

Informações à Imprensa: Prefeitura da Estância de Atibaia

Deixe uma resposta