Atibaia vem se destacando no cenário nacional pelas ações e projetos em políticas públicas para idosos. O reconhecimento também se deu pelo governo do Estado de São Paulo, que em ato solene na capital paulista, entregou no último dia 1º, o Selo Amigo do Idoso. O certificado foi recebido pelo vice-prefeito, Emil Ono e pela secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, Magali Basile.

Foto: Reprodução (Prefeitura de Atibaia)

As ações realizadas pela cidade já haviam garantido o Selo Inicial Amigo do Idoso desde 2016, em cumprimento as sete premissas obrigatórias solicitadas pelo governo do Estado. A ampliação das ações por parte da Prefeitura, incluiu Atibaia no rol de apenas 14 municípios paulistas com o Selo Intermediário Amigo do Idoso. Para a obtenção do referido Selo é necessário que o município execute três premissas obrigatórias e pelo menos três eletivas.

Ao longo do último ano, as ações desenvolvidas Atibaia cumpriram diferentes quesitos, além dos que já vinham sendo trabalhados. Entre eles:
– Idosos cadastrados e busca ativa no Cadastro Único (CadÚnico);
– Ampliação da cobertura de idosos com direito ao Benefício de Prestação Continuada (BPC);
– Parcerias com Organizações da Sociedade Civil (OSC’s) para atendimento dos idosos;
– Ações de saúde bucal;
– Serviços de acolhimento e acompanhamento de denúncias referentes à violação de direitos dos idosos;
– Políticas e ações para a diminuição do índice de analfabetismo local de idosos.

Imagem: Reprodução

E Atibaia vai além das solicitações da Secretaria Estadual de Assistência Social (SEDS), e executa diversas ações para garantir condições para um envelhecimento ativo, saudável e o direito a uma vida digna e de autonomia.

O Programa Raimunda Moura, por exemplo, é um programa de tratamento multidisciplinar para pessoas com doença de Parkinson e seus familiares. Idealizado e coordenado pelo fisiologista Marcos Moura, ele atende mais de 100 pacientes e familiares em uma dinâmica de avaliações, reavaliações e intervenções multidisciplinares como atividade física, fisiologia, fonoaudiologia, psicologia, geriatria e neurologia.

Espaços como os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), atendem idosos com o serviço de convivência e fortalecimento de vínculos (SCFV), o Centro Especializado de Assistência Social (CREAS) atende e acompanha os idosos vítimas de violência e violação de direitos. O Centro Dia do Idoso (CDI), oferece cuidados diurnos especializados aos idosos em situação de vulnerabilidade.

Foto: Reprodução

O Programa AtibaiAtiva tem atualmente 7 mil idosos cadastrados, atendidos em 18 bairros da cidade e oferece as mais variadas atividades físicas. Já a Academia da Saúde atende mais de 300 idosos por dia.

No Centro de Convivência da Terceira Idade (CCTI) “Rosa Aparecida Panzone”, são oferecidas mais de 20 atividades físicas, culturais e intelectuais que promovem o envelhecimento ativo da população e contribuem para uma boa saúde física emocional. Mensalmente são 480 idosos que participam das oficinas e atividades gratuitas no CCTI.

A intensificação e ampliação dos projetos e ações realizadas pela Prefeitura de Atibaia, por meio da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, Coordenadoria Especial do Idoso, Secretaria de Saúde e de Esporte, visam a excelência na qualidade dos serviços oferecidos e de vida dos idosos, além da busca do Selo Pleno Amigo do Idoso para 2020. Para tal, os trabalhos estão sendo efetivados para a regulamentação do fundo municipal e cadeira destinada a idoso nos Conselhos de Assistência Social e de Saúde de Atibaia.

Foto: Reprodução

Informações à Imprensa: Prefeitura da Estância de Atibaia

Deixe uma resposta