Esta semana a educação do município de Atibaia obteve uma nova conquista astronômica, em ambos os sentidos da palavra: 22 estudantes da rede pública municipal de ensino foram medalhistas na 21ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), maior olimpíada científica do Brasil, com mais de 8,5 milhões de participantes ao longo de sua história. Além disso, neste ano Atibaia obteve sua melhor performance na prova, com o maior número de medalhas em sua trajetória na avaliação.

Imagem: Divulgações

Realizada em fase única no mês de maio, a prova foi voltada a todos os estudantes dos ensinos fundamental e médio de escolas públicas e particulares do país. Ela foi dividida em quatro níveis: os três primeiros para alunos do ensino fundamental e o quarto para os do ensino médio. A avaliação é composta por dez perguntas: sete de astronomia e três de astronáutica, sendo a maioria das questões de raciocínio lógico. As medalhas são distribuídas conforme a pontuação obtida em cada nível.

Na 21ª OBA, Atibaia garantiu duas medalhas de ouro, ambas no nível 2, com Júlia Galrão Batista, da EM Maria Helena Ferraz e Stefany Almeida de Moraes, da EM Gilberto Santa’nna. Seis alunos também conquistaram medalhas de prata: Ayram Lima de Souza, nível 2, da EM Pedro de Alcântara dos Santos Silva; Gabrielly Aparecida Soares Gomes e Nicholas Bernardo Bitencourt Barroso, ambos nível 2 e da EM Maria Helena Ferraz; Rauan Guimarães Novas, nível 2, da EM Gilberto Santa’nna; e Samuel Elias Ribeiro de Sales Lima, nível 1, da EM Eva Cordula Hauer Vallejo.

Foto: Reprodução

Atibaia também obteve 15 medalhas de bronze com alunos de seis escolas municipais: Adrian Junio Rodrigues da Silva, nível 2, da EM Nelson Pedroso; Mateus Omori, nível 1, Ana Carolina dos Santis Cardoso, Camille de Godoy Nascimento, Cibele Teixeira Quintana e Gustavo Bravo Ferreira, todos nível 2 e da EM Gilberto Sant’anna; Ana Júlia Domingues de Oliveira e Lívia Lima Santiago, ambas nível 1 e da EM Francisco Silveira Bueno; Daniel Aniceto de Eça Brandão, Rebeca Queiroz de Oliveira Silva, Valdir de Souza dos Santos e Vinícius Augusto Barbosa, todos nível 2, e Kaique Willame da Silva Gomes, nível 4, todos da EM Maria José Cintra; Luan Branco de Oliveira Silva, nível 1, da EM Eva Cordula Hauer Vallejo; e João Victor Fabrício Pereira, nível 1, da EM Francisco da Silveira Bueno.

“Gostaria de parabenizar todos os estudantes de Atibaia que participaram da OBA e, especialmente, nossos alunos que demonstraram a qualidade e força da educação no município garantindo inúmeras medalhas. Estamos muito orgulhosos do grande desempenho de todos nessa tradicional avaliação científica, colocando Atibaia em destaque na área da Educação novamente”, concluiu o prefeito da Estância de Atibaia, Saulo Pedroso de Souza.

Foto: Reprodução

A Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) tem como objetivo levar informações sobre as ciências espaciais para a sala de aula, despertando o interesse por esse tema nos jovens. Em 21 anos de existência, a olimpíada já superou a marca dos 8,5 milhões de participantes e distribui anualmente cerca de 40 mil medalhas.

A OBA é coordenada por uma comissão formada por membros da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e da Agência Espacial Brasileira (AEB) e conta com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Universidade Paulista (UNIP), VISIONA e da AVIBRAS.

Informações à Imprensa: Prefeitura da Estância de Atibaia

Deixe uma resposta