Um dos principais cartões postais de Atibaia e região, a Pedra Grande é composta de uma área rochosa com 18 km2, tombada pela Condephaat em 1983. Sua formação data em 600 milhões de anos. O monumento natural possui 1450 metros de altitude e uma superfície de aproximadamente 200.000m², sendo ponto mais alto do município, ideal para a prática de vôo livre, paraglider, rappel e escalada em montanha.

Foto: A2IMG

Contando com uma superfície aproximada de 200 mil m², a Pedra Grande localiza-se na Serra do Itapetinga, e é certamente a maior responsável pela atração de turistas ao município, não só pela prática dos esportes chamados extremes, ou radicais, como também para momentos de simples contemplação e busca do que chamamos de paz interior.

Foto: Reprodução

É fundamental alertarmos que a Pedra Grande e seus entornos são o lar de diversas espécies da fauna e da flora, muitas endêmicas, que merecem respeito e preservação. Nenhuma planta ou animal deve ser retirado de seu habitat (trata-se de crime ambiental), bem como todo o lixo produzido pelos visitantes deve ser recolhido e descartado corretamente.

Pedra Grande ao fundo (Reprodução)

Falar de Atibaia é falar da Pedra Grande. A referência ao maior cenário turístico da cidade é inevitável. E não é por menos, nem por falta de merecimento. Além das grandiosas formas avistadas com grande beleza em praticamente toda a cidade, são abençoados os que moram ao redor desta grande rocha.

Deixe uma resposta