Esta semana Atibaia viveu um momento histórico, especialmente para a área de Saúde no município: em um futuro próximo, a cidade terá um hospital municipal. Na última quarta-feira (15) o presente para Atibaia começou a se tornar realidade com a assinatura do contrato de construção do hospital entre a Prefeitura e a empresa responsável pelas obras.

A cerimônia aconteceu no auditório do Fórum Cidadania, com a presença de autoridades, imprensa e munícipes, e o prefeito da Estância de Atibaia, Saulo Pedroso de Souza, assinou o contrato de forma digital, por meio do Protocolo Digital de Documentos “Atibaia Sem Papel”.

Foto: Reprodução

O Hospital Municipal será construído na Avenida Maria Alvim Soares, no Jardim Alvinópolis. A localização é considerada estratégica, já que é de fácil acesso graças à proximidade da Rodovia Fernão Dias e se encontra entre as regiões mais populosas do município, como Centro/Alvinópolis e Imperial/Caetetuba/Cerejeiras.

O terreno onde o hospital será construído é da própria Prefeitura, com área total de 10.126,78 m², e a área construída será de 7.826,36 m². O prazo de execução das obras é de 18 meses a partir da ordem de serviço a ser emitida pelo Executivo (ato possível após a assinatura do contrato).

A gestão do Hospital Municipal se dará por meio de contrato de gestão, ou seja, a administração do hospital não acontecerá de forma direta pela Prefeitura, mas sim pela contratação de uma Organização Social.

Imagem: Reprodução

“O Hospital Municipal trará inúmeras melhorias para a Saúde em Atibaia: com um prédio novo e moderno, haverá ampliação e aprimoramento dos ambientes, melhores condições de trabalho para as equipes e, sobretudo, maior capacidade e qualidade de atendimento à população. Além disso, haverá o benefício da localização geográfica estratégica, mais acessível a todos”, ressaltou o prefeito.

O chefe do Executivo ainda lembrou que a construção do Hospital Municipal se soma a uma série de investimentos expressivos na área da Saúde desde 2013. “O Governo Municipal realizou, ao longo desses anos, o maior investimento em Saúde na história de Atibaia, com R$ 116 milhões em 2019; alcançou o menor índice de mortalidade infantil da história da cidade; construiu o Complexo Santa Clara, com a maior unidade de saúde de Atibaia; implantou a UTI e o Pronto Socorro Infantil na Santa Casa; revitalizou todas as 20 unidades de saúde do município; e comprou oito ambulâncias para o SAMU; entre diversos outros investimentos. Todas ações que transformaram a realidade da população e alçaram Atibaia à condição de referência em Saúde no município e região”, destacou Saulo.

Imagem: Reprodução

“A construção de um Hospital Municipal é um ato de ousadia do Governo Municipal. São poucas as cidades que, tendo o porte e o orçamento que Atibaia tem, conseguiriam construir um hospital público, e de alta qualidade. É uma iniciativa arrojada e visionária, marcas desta Administração Municipal, e que deixa um legado para a cidade”, salientou o vice-prefeito Emil Ono.

Além do prefeito e do vice-prefeito, também estiveram presentes na cerimônia a secretária de Saúde, Maria Amélia Sakamiti Roda; o secretário de Administração, Jairo de Oliveira Bueno; o vereador José Carlos Machado, representando a Câmara Municipal; entre outros secretários, coordenadores, vereadores e demais autoridades.

Imagem: Divulgação

Do projeto à construção
A construção do Hospital Municipal acontecerá após um processo de estudo e planejamento detalhados, com o projeto passando por aprovação do Legislativo, consulta popular e licitação.

O anúncio de um hospital municipal foi feito pela Administração Municipal no calendário dos 353 anos de Atibaia, em 2018, em um conjunto de 20 obras. Em dezembro do mesmo ano, foi protocolado na Câmara Municipal o Projeto de Lei nº 027/2018, com pedido de tramitação em regime de urgência. Após aprovação pelo Legislativo, em 10 de janeiro de 2019, a Prefeitura abriu uma consulta pública no mês de junho, com prazo de 30 dias para que a população enviasse sugestões e participasse de forma democrática.

Foto: Reprodução

A consulta obteve resultado positivo e então a Prefeitura disponibilizou, no mês de setembro, o edital para a Concorrência Pública nº 010/2019. O processo licitatório, com a entrega das propostas, ocorreu em 18 de novembro, e a abertura dos envelopes, em 20 de dezembro, classificou em 1º lugar o Consórcio Atibaia Saúde (Zetta Infraestrutura e Participações S/A e Heca Comércio e Construções Ltda).

Todo o processo de viabilização da construção do Hospital Municipal (de forma a comportar e atender aos critérios do regulamento técnico para estabelecimentos assistenciais de saúde, conforme normas da RDC – 50, de 21 de fevereiro de 2002) foi feita por meio da modalidade Locação de Ativos, nova alternativa para o poder público realizar investimentos em infraestrutura, permitindo a participação de empresas privadas. No caso do Hospital Municipal, a Locação de Ativos é precedida da concessão do direito real de uso de bem público que, na conclusão e recebimento da obra, será explorado pelo município mediante pagamento de contraprestações mensais durante o prazo do contrato.

Informações à Imprensa: Prefeitura de Atibaia

Deixe uma resposta