A Prefeitura da Estância de Atibaia implantou no mês de março o Programa “Papa Óleo”, que disponibiliza para a população um sistema de recolhimento de óleo de cozinha objetivando a sua reciclagem, de maneira a evitar que o descarte incorreto do resíduo cause danos ambientais. O programa é uma iniciativa da Coordenadoria Especial de Meio Ambiente, em parceria com a Secretaria de Educação, e conta com o apoio da SAAE.

O Executivo realizou, no final de 2017, um Chamamento Público para a seleção de uma empresa responsável pela coleta e destinação para reciclagem do óleo usado. A vencedora do processo foi a empresa Oasis e a ação está em andamento desde o reinício das aulas na rede municipal de ensino, quando houve a distribuição dos galões coletores de óleo em todas as escolas municipais de Ensino Fundamental de Atibaia.

No dia 22 de março, Dia Mundial da Água, a Prefeitura realizou a seleção, por meio de uma comissão julgadora formada por representantes do Poder Público e da sociedade civil, de um desenho que constituirá o logotipo do Programa “Papa Óleo”. Os desenhos foram elaborados pelos alunos dos quintos anos do Ensino Fundamental das escolas municipais participantes. Cada unidade de ensino apresentou, para a seleção final, um único desenho, escolhido previamente na própria escola. O resultado será divulgado em breve pela Prefeitura.

A capacidade humana de gerar resíduos é incomparavelmente superior à capacidade que a natureza tem de absorvê-los. O descarte inadequado do óleo de cozinha contamina os cursos d’água, o solo e a atmosfera. O óleo de cozinha é um dos resíduos gerados pelo ser humano que possui um poder de contaminação preocupante. Para se ter uma ideia da dimensão do problema, um litro de óleo descartado inadequadamente é capaz de poluir o equivalente a 20 mil litros de água, segundo a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo – Sabesp. A Coordenadoria Especial de Meio Ambiente de Atibaia ressalta que a simples atitude de não jogar o óleo de cozinha usado no lixo, vaso sanitário ou ralo da pia já contribui para a conservação do meio ambiente.

Atualmente, há diversas formas de se reciclar o óleo usado, como na fabricação de massa de vidraceiro, ração animal, resinas para tintas, adesivos, sabão, detergentes, biodiesel, entre outros produtos. Conforme a Coordenadoria Especial de Meio Ambiente, a Prefeitura lançou o programa de reciclagem de óleo de cozinha – que conta com o apoio das escolas municipais como pontos de coleta – com a finalidade de promover mais uma ação socioambiental no município, contribuindo para um futuro melhor para o meio ambiente e toda a população.

No momento, os pontos de coleta estão concentrados em 26 escolas municipais, de maneira a contemplar diversos bairros do município. Em breve o programa contemplará outros pontos de coleta em Atibaia.

Fonte: Prefeitura da Estância de Atibaia