A American Chemical Society (ACS) e a Sociedade Brasileira de Química (SBQ) anunciaram as três vencedoras do Prêmio Mulheres Brasileiras em Química e Ciências Relacionadas 2019, que está em sua segunda edição e é patrocinado pelo Chemical Abstracts Service (CAS), uma divisão da ACS, e pelo Chemical & Engineering News (C&EN).

Rosane Marina Peralta, da Universidade Estadual de Maringá, é a vencedora na categoria “Liderança na Academia”. Lidiane de Oliveira, do Grupo Solvay, conquistou o primeiro lugar na categoria “Liderança na Indústria”, e Elisa Souza Orth, da Universidade Federal do Paraná, venceu na categoria “Líder Emergente na Química e Ciências Relacionadas”. As vencedoras, individualmente, serão contempladas com um prêmio de US$ 2.000 (dois mil dólares), uma senha de acesso ao SciFinder válido por três anos e adesão à ACS também por três anos.

“O prêmio, além de reforçar o talento dessas profissionais, reconhece a contribuição das mulheres para as ciências químicas no Brasil. Temos muito orgulho de celebrar, pelo segundo ano consecutivo, a diversidade durante um evento com grandes nomes da área”, diz Denise Ferreira, gerente nacional do CAS.

Imagem: Reprodução

A cerimônia de premiação acontecerá no dia 16 de outubro, em São Paulo, e contará com a participação de profissionais como a professora Dra. Suely Vilela, primeira reitora mulher da história da Universidade de São Paulo (USP), professora Dra. Zenbour Panossian, a primeira mulher a assumir o cargo de diretora do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), Ana Carolina Souza Ramos de Carvalho, pesquisadora do Instituto de Química da USP e Lidiane de Oliveira, do Grupo Solvay, as quais irão falar sobre suas carreira e participar de um painel que abordará o tema central do evento: Construindo uma Cultura de Diversidade e Inclusão.

“A ACS e a SBQ pretendem promover a igualdade entre gêneros na ciência, na tecnologia, na engenharia e na matemática (STEM) no Brasil”, reitera Denise.

As seguintes sociedades e associações são apoiadoras do prêmio: Academia Brasileira de Ciências (ABC), Sociedade Brasileira de Farmacologia e Terapêutica Experimental (SBFTE), Associação Brasileira de Ciências Farmacêuticas (ABCF), Sociedade Brasileira de Farmacognosia (SBFgnosia) e Associação Brasileira da Indústria Química (ABIQUIM).

Foto: Reprodução

Critérios

Um painel de juízes da ACS, da SBQ, do ACS Chapter no Brasil e do CAS avaliou todas as inscrições nas três categorias, considerando critérios que vão desde o número de patentes ou publicações, envolvimento em atividades de divulgação científica a impacto de suas pesquisas na sociedade. Após essa seleção, o time de cientistas do CAS, localizado em Columbus, Ohio, avaliou as publicações das nove finalistas, considerando critérios de qualidades científicas e elegeu as três vencedoras.

Sobre o CAS

O CAS, uma divisão da American Chemical Society, firma parceria com organizações de P&D para fornecer insights científicos que os ajudam a planejar, inovar e proteger suas inovações e prever como novos mercados e oportunidades evoluirão. Pesquisadores científicos, profissionais de patentes e líderes de negócios em todo o mundo, nos setores comercial, acadêmico e governamental, confiam em nossas soluções e serviços para aconselhar descobertas e estratégias. Faça uso de nosso conteúdo incomparável, tecnologia especializada e experiência humana ímpar para personalizar soluções que darão à sua organização uma vantagem competitiva quando se trata de informações. Ninguém sabe mais sobre informações científicas que o CAS. Saiba mais em www.cas.org

CAS – Onde a ciência e a estratégia convergem

Denise Ferreira é gerente nacional do CAS (Chemical Abstracts Service, uma divisão da American Chemical Society especializada em soluções de informação científica) no Brasil.

Sobre a C&EN

A C&EN (Chemical & Engineering News) é a principal organização de notícias sobre química do mundo. A C&EN produz com autoridade, e um jornalismo premiado, informações sobre tudo o que a química aborda, incluindo a cobertura dos recentes avanços em pesquisa, educação, indústria, financiamento e políticas regulatórias. É publicada pela American Chemical Society (ACS), a maior sociedade científica do mundo dedicada a uma única disciplina. A C&EN é um benefício valioso para seus membros e é distribuída aos mais de 150.000 filiados da ACS semanalmente. Saiba mais em www.cen.acs.org

Informações à Imprensa: Araucária Consulting

Rodrigo Barbosa – [email protected]

Katherine Cifali – [email protected]

Deixe uma resposta